As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


15 de outubro de 2016

Testemunho: " A vida é uma charada..." - 06.10.2016

Psicodigitação recebida na AELA a 06.10.2016


Era assim que eu pensava, que a vida era, uma charada! Pronto já disse, uma charada!  Uns acham que são melhores que os outros; depois não morremos, continuamos a viver!!!!   Vá lá a gente entender!!!!...  mas quem é que podia acreditar nisso? Quem?

Onde é que se ouvia falar disso?  Quem falava disso eram as bruxas cartomantes e afins!!!  Quais espíritos, qual quê?! Até dava azar falar disso, credo! Sempre tive um medo de arrepiar, e olha agora! Sou um daqueles de que tanto medo tinha! Bonito!  Sim senhor!

Resultado de imagem para a vida é uma charada
E agora ainda há quem tenha medo de mim, de nós – almas penadas!  Pois, não somos mais que isso… tristes e anedóticas iludidas figuras patéticas… “choramos baba e ranho” em sentido figurado e em sentido real, do fundo da nossa alma…  como é isto possível?  Óh Deus, que fiz eu da minha vida?... mas porque não queria abrir os olhos? Porque não queria acreditar que a vida continuava? Porque neguei tanto esta verdade… fui daqueles que ficou louco ao chegar aqui, completamente baralhado… a negação completa de tudo… até da própria existência… que fiz eu da minha vida…

Não posso mais continuar assim negando e negando tudo, negando a vida… não há duvida de que continuo a viver…


(E continua a chorar, no chão de joelhos. É amparado por dois irmãos espirituais e auxiliares dos trabalhos, que o levam para a “enfermaria” espiritual. Seguirá posteriormente para o plano espiritual correspondente ao seu estado evolutivo)