As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


17 de agosto de 2017

Testemunho de esperança: "Alcancei paz..." - 01.06,2017 - ultima mensagem da sessão

Psicodigitação recebida na AELA

Lindos Céus vejo, aves lindas os cruzam. Nuvens aveludadas os decoram.
  Raios de Sol brilham… leves gotas de agua brilham no verde prado… lago prateado… briza fresca a refrescar o ambiente… Oh quadro idílico!  Estarei acordado? Estarei a sonhar? É real? Mas que realidade vivo? Nunca vi nada assim… Estou vivo?  Vivo? Mas seu que já morri! Vi o meu corpo!!  Vi o meu enterro, olhando para baixo, olhando para cima, via o milagre da felicidade!!!  Mas como pode ser?  Estou feliz, sempre estive feliz desde que morri… alcancei paz como nunca pensei ser possível… morri finalmente! Regresso a casa finalmente!!   Parei aqui como forma de agradecimento pela Luz Amorosa que me envolve… precisava dizer-vos, que o trabalho fraterno, o empenho em fazer aos outros o que gostaria que me fizessem a mim, se traduz no final, numa felicidade, numa harmonia, numa paz difícil de qualificar na nossa linguagem… 

Imagem relacionada
Estou em paz, não sofri ao ver o meu corpo deitado no chão! É como “roupa velha”… apenas isso!  Continuo a viver, e mais leve, mais livre!  Mais feliz! Sou hoje feliz! Fiz tudo o que podia em vida, estou tranquilo! Missão cumprida! Continuo a viver! 






Tenham fé, vale a pena fazer o melhor possível no dia a dia sem esperar qualquer reconhecimento ou pagamento. Acreditem! Vale a pena.

T. A.
Apenas um irmão a reconhecer a beleza do amor.


16 de agosto de 2017

Frei Bernardo: "A mesquinhez humana" - 25.05.2017 - primeira mensagem da sessão

Resultado de imagem para a mesquinhez humana
Psicodigitação recebida na AELA


Bernardo

Com um abraço fraterno vos saúdo.

A mesquinhez do Ser Humano - esta falta de amor, leva-nos a cometer atrocidades uns para com os outros.  São tantas as ocasiões em que um simples sorriso salva vidas… se ao menos tivéssemos esta consciência… se ao menos acreditássemos que somos importantes na vida uns dos outros…  tantas lágrimas poderiam ser evitadas… tantas vidas seriam salvas e inspiradas a seguir por um caminho “mais direito”…


São os pequenos gestos do dia a dia que nos fazem “grandes”, são as pequenas orações, vindas do coração, que nos ligam verdadeiramente a Deus… é passo a passo, que se sobe o ingreme trilho da Montanha.

Tenhamos em nós a certeza, de que, apenas amando seremos amados; apenas perdoando, seremos perdoados.


Com um abraço fraterno me despeço.



Irmã de Verdinho: "O que nos fáz feliz" - 25.05.2017

Psicodigitação recebida na AELA


Irmã de Verdinho
Minhas queridas, meus irmãos é sempre com alegria que vimos ao vosso encontro.  Um dia estaremos todos em paz! Até esse dia chegar, devemos de nos auxiliar uns aos outros, de todas as formas que estiverem ao nosso alcance. Para uns um abraço é tão precioso como o diamante mais raro, para outros no entanto, um bocado de pão, uma palavra amiga, ainda são mais valiosos do que qualquer pedra preciosa!
Resultado de imagem para o que nos fáz felizNão é o dinheiro que nos faz feliz, mas sim a gratidão e o reconhecimento das Bênçãos recebidas:  a água para beber, o pão na mesa, a saúde física e mental, o tecto que nos abriga da chuva… como somos ingratos!  Esquecemos a Bênção da Luz do Sol que tudo alimenta, a chuva que tudo refresca, a noite que proporciona o descanso e o refazimento do corpo e da alma…
Somos irmãos – desde a nossa Creação e até ao final dos tempos. Teremos de aprender a amarmo-nos, a respeitar a Vida em todos as dimensões. Se o fizermos por nossa vontade, mais rápido encontraremos a Paz e a Harmonia, em qualquer estádio que estejamos. Para os que teimam em dominar em vez de compartilhar, grandes penas os esperarão até que as suas consciências reconheçam a sua própria pequenez e a Omnipresença de Deus na Vida.
Que amor de Deus a todos inspire e fortifique.
Uma irmã
Na Vida ainda a aprender a viver e a amar.


Testemunho: "Morri e não percebi...meus pais vieram buscar-me..." - 25.05.2017

Psicodigitação recebida na AELA


Tanto palavreado, tanto barulho! É pá gritar é na rua, lá fora… calem-se por amor de Deus! Que dor de cabeça pá…  nem sei o que me aconteceu…  estava bem e de um momento para outro, vejo-me no chão!!!  O corpo para um lado e eu a ver-me do outro lado!!! É coisa mesmo de outro mundo!!!  Loucura total!  Morri, foi isso!  já tinha ouvido falar… mas nem queria acreditar, tinha morrido!  E os anjos, não vi nenhuns?!...  até perceber o que estava a acontecer, ninguém se chegou a mim… ali “fiquei” no chão e de pé ao mesmo tempo!  Até parecia que tinha saído da casca de um ovo!!! Saí de dentro de mim e não sabia como entrar!   
Resultado de imagem para deitei e levantei-me
Gritei, chorei, deitei-me ao meu lado, e assim fiquei… chorei, tive medo… fiquei aliviado, feliz e infeliz ao mesmo tempo… uma confusão… não sei quanto tempo estive assim…. Quando me acalmei, e ainda deitado ao lado de mim, chorei mais uma vez… chorei baixinho, nem sei se de medo ou de alegria… começo a rever a minha vida, desde o principio de tudo… vi amigos, família… o que fiz a uns e a outros… e a mim mesmo…  sobretudo o que estava a fazer a mim mesmo…  com o tempo fui endurecendo, tornei-me frio, calculista… interesseiro… sentia vergonha do que estava a ver…desprezei quem me deu a mão…  fui vil…  será por isso que fiquei sozinho?... Anjos, tiveram medo de mim?  Ninguém me veio socorrer… estive tanto tempo sozinho… 

Finalmente percebi que estava mesmo sozinho, não havia nada a fazer, fiquei deitado a meu lado… a respirar… a respirar…. E começo a rezar, a pedir perdão a Deus… foi a primeira vez que em adulto rezei…  estava calmo, mas sentia as lágrimas a cair pela cara… era duro demais, estar sozinho naquele momento… lembro-me que fechei os olhos, não quanto tempo… já não suportava mais ver a minha vida – vazia… apenas isso: vaziiiiiiaaaa… 

De repente, começo a sentir um calorzinho agradável nas mãos… não sabia se imaginava ou se era real… continuei de olhos fechados… e esta sensação de calorzinho, alastrou-se á minha cabeça, peito, costas, pernas…e abri os olhos… vi meu pai e minha mãe!!! Levantei-me e abracei-os com toda a minha força… nem podia crer! Como os amava! Que saudades! Estavam ali! Que saudades! Chorei convulsivamente!  Que reencontro tão bom! Como me arrependo daquilo que fui… que vergonha!  Meus pais, meus pais… amam-me mesmo assim!!!... Como pude eu ser tão egoísta na vida…  Meus queridos pais…  mesmo sem palavras, entendi tudo o que sentiam e me queriam dizer… nem posso crer… partiram tão jovens… revoltei-me com Deus por mos ter levado tão cedo…. esqueci Deus, como poderia um Deus existir se permitiu tamanha injustiça… eu era apenas “uma criança”, precisava deles como do pão para a boca… 
Resultado de imagem para meus pais vieram buscar-me
Meus pais queridos, estavam de novo a dar-me vida!!! De pé no meio deles, vejo dois homens calmos, compreendi que acompanharam os meus pais. Mais calmo… agora mais calmo agradeço a Deus esta Bênção mais uma vez… é certo que não mereço…  vou ter isso em conta em todas as coisas que fizer daqui para a frente… se volto a viver, não quero cair no mesmo sofrimento que estava a viver: sentir-me completamente só, perdido… e com medo… 

Vou com eles, de braço dado com os dois… sinto-me vivo, quente, vivo… já não tenho medo… vou com eles… e amanhã, que vai ser de mim?... não importa, não estou sozinho e sinto que não vou ficar mais abandonado, entregue só a mim mesmo… os meus pais estão comigo, sinto-os mesmo comigo! Não me abandonaram afinal… Estão vivos! Estão VIVOS! Eu estou vivo… só o meu corpo está ali no chão deitado…. Eu estou vivo também!!! 

Sigo com eles… não sei destino, pouco me importa, estou com os meus pais! Vou com eles, vai tudo correr bem! Vou com eles! 

Até um dia, quem sabe!
Juvenal Triste
54 anos
Brasil – Curitiba



15 de agosto de 2017

Palavras soltas: "Distância" - 25.05.2017 - ultima mensagem da sessão.

Psicodigitação recebida na Aela


Resultado de imagem para distânciaPalavras soltas



A distância
É tudo o que quisermos que seja!

O pensamento
Não reconhece a distância
É mais rápido do que a Luz!

As nossas orações
Alcançam o Senhor Deus
E nossos entes queridos,
São um raio de luz que lhes toca
E sempre nos revive!

 Um irmão
A brincar com as palavras e as verdades da vida