As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


25 de setembro de 2016

Evangelho no Lar / Frei Bernardo: "Divulgação da Mensagem" - 25.09.2016

Psicodigitação recebida depois da Oração Evangelho no Lar na nossa casa.

Bernardo

Com abraço fraterno vos saúdo.
A divulgação da mensagem caridosa de esperança e fé é algo que deve de ser encarado como uma tarefa de todo o Homem de Bem, de qualquer nação, credo, raça ou extracto social.

Resultado de imagem para bolas de sabão coloridas

Todos nascemos sob o mesmo Sol, sob a mesma Lua, todos beneficiamos da mesma Luz! Cabe-nos a nós tomar a iniciativa de espalhar a Harmonia entre tudo e entre todos. 
Toda a consciência tranquila, aceita a sua condição de aprendiz e vê nos outros, as suas próprias dificuldades, aspirações e conquistas. Torna-se assim mais tolerante, compreensivo e verdadeiro.
Oremos! Pai, ajudai vossos filhos neste Mundo tão conturbado! 
Que cada um nós - encarnado ou desencarnado - se sinta irmão de seu vizinho e faça sempre o seu melhor.

Com abraço fraterno me despeço.



Frei Bernardo: "Fé e Esperança" - 22.09.2016


1ª psicodigitação da sessão de 22.09.2016, recebida na AELA.

Bernardo

 Com um abraço fraterno vos saúdo.

A fé é algo que nos inspira e nos leva a seguir em frente apesar dos obstáculos, das provas que temos que enfrentar.

Resultado de imagem para inspiração
A fé é esperança e a certeza de que Deus Pai não nos abandonou à nossa sorte, é o entendimento de que o sofrimento é acima de tudo uma aprendizagem que se faz necessária.  Revoltarmo-nos, é recusar a oportunidade de nos reavaliarmos, onde poderíamos ter feito melhor, onde falhámos…  e até  que o nosso espirito se eleve, as lições se repetirão, podem até ter contornos e apresentações diferentes, contudo a imperiosa chamada de atenção, continuará até que seja entendida pelo Ser.

A Fé é o conhecimento de que a vida continua, eternamente!  Haja esperança, haja coragem, haja a vontade de evoluir, todos os dias um pouco…  Haja a vontade de fazer aos outros, apenas aquilo que gostaríamos que nos fizessem – já o dizia o Mestre Jesus, nosso querido Irmão Maior.

Com fé, com um abraço fraterno nos despedimos.


Irmã de Verdinho - A Fé é um balsamo" - 22.09.2016

2ª psicodigitação recebida na AELA na sessão de 22.09.2016

Resultado de imagem para fé

Boas noites, santas noites!
Minhas queridas, meus irmãos, é sempre com o coração alegre que vimos ao vosso encontro.
A falta de fé leva muitos irmãos ao desespero e ao suicídio. Sem qualquer réstea de luz, perde-se o rumo a seguir… caímos nas armadilhas da ilusão, do egoísmo, da prepotência…  Esquecemos que os irmãos que estão a nosso lado, são os nossos instrumentos de crescimento, é pela boa vontade que lhes devotamos, que o nosso coração vai arredondando, adocicando, tornando-se mais caridoso e verdadeiro.
Vivemos lado a lado  - encarnados e desencarnados – para que nos auxiliemos uns aos outros, para que o exemplo de uns, seja a inspiração para outros, para que, amparando-nos mutuamente, todos cheguemos a Casa do Pai o mais rápido possível.

A Fé é o balsamo para as grandes “feridas” que nos afligem, nos torturam e nos amarguram…  Amor, compaixão e tolerância são filhos da FÉ!  Coragem tudo passa!
Roguemos orando ao Pai por entendimento. Todos erramos, todos aqui vivemos neste Mundo-Escola pela mesma razão: para crescer!

Ninguém é melhor do que ninguém, somos todos filhos do mesmo Deus!
Uma irmã, ainda a aprender a amar e a viver.

Testemunho de arrependido - "Desculpa..." - 22.09.2016

3ª psicodigitação da sessão recebida na AELA a 22.09.2016

Resultado de imagem para homem revoltadoÉ muito lindo dizer “ Paz e amor”, é muito lindo, mas quando um gajo passa fome…. Vem lá falar de paz, de amor e dessas tretas todas… barriga vazia não tem fé de certeza!  Garanto-te eu!   Tive de roubar para comer!!!   Ora que vontade é que isso dá de falar em fé? Que mal fiz eu a Deus para ter de roubar para comer? Restos dos caixotes, fruta quase podre, regatear com os cães vadios a carne à volta de um osso… isso é viver? Como podes falar de fé?!! Como?!  Quem tem fome e barriga vazia tem lá paciência para essas tretas, ó mulher, atina!  Por acaso quando passas-te fome, lembraste-te dos outros? Quando te sentis-te sozinha, procuras-te consolar alguém? Bem tu não és exemplo para nada!  Já te vi muitas vezes a dar comer á velhota, olha que ninguém o faz… nem sei se és parva…  estou a ser injusto, sei que não és, bem te oiço… ando contigo há tanto tempo, quis te apertar o pescoço tantas vezes e no entanto hoje não tenho coragem… resmungo que me farto, amaldiçoou o dia que nasci, vezes e vezes sem conta… sinto-me injustiçado… mas tenho de dar a mão á palmatória… tu és persistente mulher! Nunca desarmas!  Mesmo com tanta critica, continua a dividir o teu pão e a tua água…   quando ainda em jovem te reencontrei, apertei o teu pescoço muitas vezes… hoje tenho pena… comecei com muita pedalada a atacar-te e ao longo do tempo, aqui estou, rendido…  quero rejeitar o que me dizes e me mostras de fé, de compaixão… perco a força… deixei de ter razões para te infernizar… desisto…. Se foste uma bruxa arrogante exploradora, se muito sofri nas tuas mãos, hoje entendo, muito fui eu que provoquei, e muita coisa, cego de inveja, não quis entender… eu queria ser superior, eu achava que era melhor e que me devias obediência… morri odiando-te… e hoje, passados tantos anos do nosso reencontro, venho a ti pedir perdão…  com mais ou menos fé não te vi prejudicar ninguém… perdi a força… já só quero descansar, e tentar fazer como tu… esquecer as mágoas e seguir em frente dando aquilo que gostaria de ter recebido… muitas vezes, só queria que alguém me olhasse… um olhar apenas…  fechei-me no meu ódio a ti a outros que culpei como a causa da minha miséria… e hoje olhando para trás,  se eu tivesse sido capaz de partir o meu pão ao meio, nem que fosse com o cão vadio que me olhava quase a chorar como um homem… teria sido mais feliz, teria tido um companheiro pelo menos, e não vivia na mais completa solidão… alimentando o meu odio por todos e em especial por ti… pode-se dizer, cavei a minha própria sepultura… 

Resultado de imagem para homem revoltadoSe se pode dizer, que o odio não leva a nada – eu comprovo!  Comecei a odiar uns, e achei que tu terias sido a grande causa da minha desgraça… e hoje, vendo o passado… apenas quero chorar de vergonha… não és o que pensei – não és perfeita, longe disso! – mas se muitos fossem como tu, o mundo seria melhor… haveria menos trastes como eu…  Mas porque olhamos sempre para os outros como a fonte dos nossos problemas? Se fossemos verdadeiros, entenderíamos as coisas como deve de ser…  perdoa… fiz-te perder muitas noites…  estou amparado por dois ajudantes, falo contigo ao mesmo tempo que vejo a minha vida a correr na tela… não é bonito… vejo muito do que fiz e que espero não repetir em mais nenhuma vida… Entendi, sinto que terei de viver mais uma vida de mendigo, espero ter a coragem e a humildade para entender de vez, que a violência, a mentira não resolvem nada… afastam os poucos amigos que possa haver… foi o que eu fiz..

Perdoam-me, julguei-te a razão da minha desgraça…  mas fui eu que a fiz… a mim mesmo… vou preparar-me para ver outras vidas, somos muitos aqui, com resultados idênticos… uma tristeza…  todos tontos… formaremos um grupo, seguiremos para o mesmo destino, ainda não temos permissão para irmos descansar.  Temos de merecer esse direito, também temos cabecinha para pensar e não nos deixarmos levar pelo que parece mais fácil e mais conveniente, mais fácil!  Ganhar o ouro sem trabalhar para o merecer!!!  Que loucura…. Encontrei-te ainda jovem menina e hoje deixo-te mulher feita, quase no “final da estrada”… perdoa todas as dificuldades e mau estar, as noites de insónia, os maus sonhos…apertei-te o pescoço vezes sem conta…. Cego de raiva… bebi a tua energia, alimentei-me com a tua comida… como se isso fosse possível… queria roubar-te tudo… e nunca desistis-te… peço perdão… porque já agora me mostram o que fui?  Mas que digo eu?... por acaso teria ouvido ou acreditado?...  porque foi preciso ver-te a salvar a gaivota, para parar e reflectir… uma alma que se digna a parar para ajudar sem ter disso beneficio… não pode ser aquilo que fazia de ti na minha cabeça… e já te vi fazer mais coisas dessas e nunca as tinha entendido até ao dia de hoje…Perdoa, perdoa… até um dia, perdoa..
Resultado de imagem para perdoa

             Nota de um Irmão que participa nos trabalhos:

 Este irmão caiu em si mesmo, viu as consequências dos seus actos. Está ser a  acompanhado pelos Irmãos Assistentes destes trabalhos, e um dia encontrará paz. Era um obssessor desta irmã, também ainda em evolução. O seu testemunho foi autorizado para que se entenda que não vivemos sozinhos. Depois da separação do corpo – da morte – continuamos a alimentar os nossos laços de odio ou de amor.


Testemunho de ajuda durante o Evangelho no Lar - 22.09.2016

4ª psicodigitação recebida na sessão de 22.09.2016 na AELA

Eu vi tudo, não te fazia “mal”, mas queria companhia… senti-me tão sozinha… ninguém falava comigo… tu viste-me?  No hospital ou no jardim? E não dizias nada? Não me mandavas embora, porquê?  Sabias que andava contigo….  Que grande paciência… ouvia-te 

                               (refere-se ao evangelho no lar que fazemos todas as semanas na nossa casa)

Resultado de imagem para ajuda durante o evangelho no larE ficava sempre a pensar, será? Lentamente fui perdendo o medo… fui começando a acreditar e a ver que aqueles que entravam no quarto ajudavam os que queriam ser ajudados … haviam muitos que iam lá uma semana e outra e sempre na mesma… outros iam e seguiam com aqueles viajantes, e iam felizes!!! Tranquilos!!!!?  Na ultima oração que fizeste , também eu pedi a Deus, perdão pelos meu pecados e pedi ajuda.  Estou aqui à alguns dias à tua espera. Só queria dizer-te, que aprendi contigo… agradeço-te não me teres escorraçado nem mandado subir (nem saberia para onde!...)
Vou agora, vou finalmente descansar…
Lubélia Santos

                        Nota: Durante o evangelho no Lar, temos a presença de muitos irmãos de Luz.
                                  Nestas ocasiões são socorridos muitos irmãos em sofrimento – sobretudo
                                  desencarnados. Seguem para locais de estudo e recuperação de acordo com o
                                  seu estado evolutivo.


24 de setembro de 2016

Palavras soltas - " Fé, Coragem e Esperança" - 22.09.2016

Psicodigitação recebida na AELA - ultima  mensagem da sessão - 24.09.2016

Resultado de imagem para fé coragem e amor
A Fé
É como a boia no mar sem pé

A coragem
É a tabua que ajuda a passar para a outra margem

A Esperança
É acreditar que depois da tempestade vêm a bonança

Cada Vida
É sempre mais um ponto de partida!




Um irmão, a brincar com as palavras e as verdades da vida.


Oração Mensal / Frei Bernardo: "Fé" - 24.09.2016

Psicodigitação recebida durante a Oração Mensal.

Resultado de imagem para fé

Bernardo
Com um abraço fraterno vos saúdo.

A Fé na Vida, no Verdadeiro Amor, começa quando estamos dispostos a ouvir mais que falar, a auxiliar mais do que pedir, a perdoar mais do que exigir...

A Fé é a certeza de que a Vida Continua, em tantas dimensões e Mundos que não conseguimos imaginar. Cada estádio é uma sublimação do Ser, um degrau mais ultrapassado.

Continuemos nossa caminhada com Fé, com Amor, sempre com a certeza de que a Luz existe!

Com um abraço fraterno nos despedimos. 


18 de setembro de 2016

Evangelho no Lar / Frei Bernardo : "Caridade e Gratidão" - 18.09.2016.

Psicodigitação recebida depois da Evangelho no Lar na nossa casa
Resultado de imagem para caridade gratidão


Bernardo
Com um abraço fraterno vos saúdo!

A Caridade é algo que adocica todo o sofrimento, daquele a quem damos a mão e as feridas da nossa alma... Quantas vezes temos dificuldades em ver o sofrimento de nosso irmão... tendemos a ver o nosso como o maior do "Mundo"!

Já alguém querido escreveu este pensamento mas por outras palavras: se sairmos da nossa concha, se olharmos á nossa volta, descobrimos irmãos em situação muito mais penosa e triste do que a nossa... basta caminhar pela rua e olhar nos olhos dos que encontramos... quem sabe que dores afligem tantos corações... a falta de comida na mesa, um familiar doente, um problema próprio de saúde, a falta de fé e esperança, a solidão da alma que ainda não encontrou o conforto de ter amigos presentes e interessados... são tantas as razões pelas quais podemos chorar...

Acreditai, dando a nossa mão amiga, o nosso sorriso, podemos mudar o curso de uma vida!
Quantas vezes e cada vez mais lamentavelmente, aquele irmão desesperado, desiste de um acto tresloucado contra si mesmo ou outros irmãos, porque alguém passando lhe sorriu, lhe deu esperança e o animou por isso, a acreditar que a Vida na Terra é apenas uma rápida passagem com a finalidade de nos fazer reconhecer o Bem e o Mal que existe, de nos fazer acima de tudo, crescer!

Aprendamos a ser gratos, por todas as Graças, por todos os votos de confiança que o Pai deposita em nós.

Com um abraço fraterno me despeço,

11 de setembro de 2016

Evangelho no Lar / Frei Bernardo : "Existe um tempo para tudo" - 11.09.2016

Psicodigitação recebida depois do Evangelho no Lar na nossa casa.

Resultado de imagem para existe um tempo para tudo

Bernardo

Com um abraço fraterno vos saúdo.

Existe um tempo para tudo, um tempo para descansar, para conviver, para trabalhar e para orar, e é neste ultimo momento que podemos fazer a avaliação de nossos desempenhos na vida.

Tudo é importante, tudo é necessário e cada acção tem o seu tempo próprio.  Quando nascemos, primeiro andamos ao colo, depois gatinhamos e só no final conseguimos andar erectos sem cair.
Assim é a vida, cada etapa da nossa vida tem um tempo de preparação e acompanhamento para que o nosso o desempenho aconteça com segurança e tranquilidade.

Oremos por entendimento ao Pai, para que saibamos nós também fazer a nossa parte, cumprir as nossas responsabilidades perante nós mesmos e perante os demais irmãos que nos acompanham no dia a dia.

Com um abraço fraterno me despeço.



10 de setembro de 2016

Frei Bernardo: "A benção do Trabalho!" - 08.09.2016

Psicodigitação - 1ª mensagem da sessão recebida na AELA - 08.09.2016
(o grupo de trabalho regressou das férias do mês de Agosto)

Bernardo
Com um abraço fraterno vos saúdo.
O trabalho é uma bênção para o corpo e para a alma. Através do trabalho, conseguimos conquistar a nossa paz.
Resultado de imagem para benção do trabalhoMantendo o espírito ocupado de forma produtiva, esquecemos as nossas mágoas, focamo-nos na realização das tarefas que suportam a nossa existência. Sempre que nos desviamos deste propósito, caímos na desgraça, na ilusão e tudo resulta em tempo perdido e em lágrimas.  
A mente vazia fica doente, procura apenas a realização de suas fantasias, sem se importar o mal que possa fazer à sua volta... surge a impaciência, a insatisfação e o vazio que procura preencher a tudo o custo e à custa seja do que for, perdendo o respeito pela vida...


O trabalho é a bênção que nos faz progredir, ver o futuro e acreditar num amanhã mais feliz!
Convosco, no Trabalho da Vida, nos despedimos!


Irmã de Verdinho: "Aquietemo-nos..." - 08.09.2016

Psicodigitação - 2ª mensagem recebida na AELA - 08.09.2016
Boas noites, santas noites!
Minhas queridas, meus irmãos é sempre com alegria que vimos ao vosso encontro. Todas as mãos são necessárias, todos os abraços são importantes, todos os sorrisos são bem vindos!
É difícil manter o animo quando nos sentimos fracos, quando enfrentamos duras provas..., porém irmãos, lembrai-vos, somos nós que pedimos muitas das provas que vivemos... Queremos superá-las para que o nosso crescimento seja o maior possível durante uma vida.  No entanto, no momento da dor, fraquejamos...  (desse ou deste lado da vida)... também aqui as provas continuam! 
Resultado de imagem para aquietemo-nos a orarNesses momentos, aquietemo-nos!  Oremos ao Pai por Entendimento, por Paz! Deixemos que o seu Amor nos envolva! E retomemos a tarefa com coragem e fé!  Nenhuma prova nos chega sem que tenhamos as ferramentas necessárias para a ultrapassar. 
Mesmo doendo, sigamos em frente, fazendo o nosso melhor por tudo e por todos e o auxilio nos chegará, muitas vezes de onde não esperamos! Mantenhamos a fé no Pai, e a Luz brilhará!

Uma Irmã
Orando na Vida, ainda a aprender a viver e a amar.


Testemunho de arrependido e de esperança: "No que me tornei..." - 08.09.2016

Psicodigitação - 3ª mensagem da sessão recebida na AELA - 08.09.2016
Olha pá, conversa! Se fosse assim tão fácil ser feliz, ninguém chorava, ninguém matava, ninguém roubava!  Ou  julgas que alguém quer ser um farrapo?  Isso é histórias da carochinha! Achas que Deus se interessa por um zé -ninguém? Achas?  Se se interessa-se não haviam tantos pobres, tantos doentes!  E olha os terramotos, as guerras? porque Deus permite isso? Porquê? É  só gente pobre e triste!  Tanta criança com fome...
 (e chora...)
Se calhar por haver muitos estafermos como eu, egoístas! A pensar apenas na sua bela barriga e na sua satisfação, sem querer saber se se pisa alguém ou não... desde que  não sofressem com isso...  Meu Deus!
 (e chora novamente...)

Resultado de imagem para no que me tornei tristeQue fiz eu da minha vida? Que vai ser de mim?  Quanto ainda terei para pagar?  Que fiz eu da minha vida? Mas que vida!?... Viver é saber respeitar os outros, é saber ser gente! Não fui nem uma nem outra coisa!  Não mereço nem o ar que respiro... até agora, ainda tento parecer uma pessoa de bem, muito sentida com o sofrimento alheio... qual quê?!! Só agora é que me apercebo do mal que fiz... mas é duro mostrar o traste que fui, o crápula que me tornei...  como pode descer tanto ser humano!  Vi mais amor entre os animais do que entre os homens! Como é isto possível?  Que vai ser de mim? como posso continuar a viver? Porque não ME EVAPORO E PRONTO? NÃO TENHO NINGUÉM QUE SE IMPORTE COMIGO!... Já vi o mal que provoquei a muita gente e aos filhos dessa gente, e aos netos...  não suporto viver assim, não sou digno nem do ar que respiro! Óh Deus! Tende piedade de mim!

Nota: Volta a chorar copiosamente... Dois irmãos dos trabalhos vêm ao seu encontro para consolá-lo e ampará-lo.
Dizem-lhe: já todos fomos um dia como tu, também fomos esclarecidos e orientados, e hoje dedicamo-nos ao Serviço Fraterno. O caminho é longo, a nossa recuperação e o nosso entendimento são lentos, mas confiando no Amor de Deus Pai, no Amor de Senhor Jesus, conseguimos alcançar a Paz, aquela que tu agora sentes em nós. Coragem, seremos teus companheiros em mais esta jornada!
Oremos: Deus Pai, nas tuas mãos nos entregamos com fé! Perdoa nossas ofensas e permite a nossa entrada na Tua Casa!

E seguiram para um portão alto para dentro de um espaço ajardinado.

Palavras soltas: "Lágrimas" - 08.09.2016

Psicodigitação - 4ª mensagem da sessão recebida na AELA a 08.098.2016
Palavras Soltas
 Resultado de imagem para lágrimas de sofrimento


Lágrimas , são lágrimas...

São água salgada..

São expressão de dor...
São expressão de alegria...
São o reflexo de algo que se sente no fundo na alma...

Lágrimas, são lágrimas...
São o espelho da alma...
São o espinho na espirito...
São a manifestação mais profunda do Ser...

Um irmão

a brincar com as palavras e as verdades da vida


Testemunho: "O que fui, o que sou?" - 08.09.2016

Psicodigitação - 5ª mensagem - recebida na AELA a 08.09.2016


Sei lá que faço aqui,  sei lá porque vivo, existo, ando por aqui...  o que fui, o que sou? 
Resultado de imagem para o que fui

Nada, nada, nem quero sobre isso falar... por favor... só quero seguir, levem-me para onde levam todos os outros tontos como eu... talvez um dia consiga falar da nulidade que hoje sou, do tempo perdido, daquilo que me espera para que um dia me possa tornar gente...
Adeus, obrigado por registares estas pobres palavras, este grito por ajuda, por piedade!
Tenho sono, preciso descansar...
Xavier Lima

Nota:
Foi recebido por irmãos dos trabalhos e levado para um local onde vai dormir,                                   descansar e acalmar antes de retomar o seu período de esclarecimento e recuperação.


9 de setembro de 2016

Testemunho: " Viagens pela miséria humana" - 08.09.2016

Psicodigitação - última mensagem da sessão - recebido na AELA - 08.09.2016


Imagem relacionada
Viagens, nas minhas viagens, encontrei muita miséria humana.
Percorri todo o Mundo, não como um senhor, mas como um daqueles que visitava. Queria perceber os motivos de sofrimento de cada povo assim como entender a sua fé e a relação que mantinham com os seus Deuses.

Não posso dizer que um povo seja melhor que outro... encontrei homens tristes e contentes em todos os estratos das sociedades.
O que os distinguia um dos outros? Apenas os motivos! Uns eram motivados pelo amor fraterno outros pelo egoísmo e desconhecimento da Lei de Acção e Reacção! 

No fundo, na procura do conhecimento sobre os outros, acabei por me testar a mim e ser eu o que aprendi mais!
E chegar aqui para te ditar estas breves linhas, representam já um caminho percorrido.
Espero um dia voltar para elaborar mais o meu testemunho
Grato sou,
Guilherme


4 de setembro de 2016

Evangelho no Lar / Frei Bernardo: "Reencontros acontecem!" - 04.09.2016


Psicodigitação recebida depois da Oração Evangelho no Lar na nossa casa - 04.09.2016


Bernardo
Com um abraço fraterno vos saúdo.

Resultado de imagem para reencontro sentidos de amigosA aprendizagem e o conhecimento de que a Vida é continua, da responsabilidade que isso acarreta para cada de nós, é algo que muitos demoram a ter disso consciência.

Deus Pai na sua Sabedoria e Bondade, através da reencarnação, permite-nos repetir as lições em que falhámos uma e outra vez...  Basta ter um arrependimento sincero e firme vontade de fazer melhor...

Cada um de nós cria o seu próprio Inferno, remoendo os remorsos causados por todas as oportunidades perdidas, de todas as vezes que poderíamos ter dado uma mão amiga e o não fizemos - de todas as palavras de animo que poderíamos ter dado, e não demos...

Coragem!  Também nós a vosso lado, continuamos a aprender, a evoluir, a crescer-mos! Passar para este lado da vida, é apenas mudar de roupagem, de "corpo"... a Vida continua!  Nossas amizades continuam, apenas a saudade se reflecte nos dois lados! Saibamos dar paz e coragem uns aos outros! A seu tempo os reencontros acontecem! Confiemos no Amor de Deus Pai!

Com um abraço fraterno me despeço!



Testemunho de arrependimento: " Perdoou-lhe!" - 25.10.2012

Psicografia recebida na AELA  a 25.10.2012 - ultima da sessão.

Nota: Testemunho de médium que falhou na sua missão na Terra. No final desenhou um esboço da sua figura e a situação do espaço de trabalho. No final estava esclarecida e seguiu comovida.


Resultado de imagem para madalena arrependida

Fumei, pois fumei, bebi pois bebi, só queria fazer o Bem, aquilo que me pediam, achei que estava nas boas graças dos espíritos e por isso podia mandar nos espíritos mais fracos, nos serviçais.
Pensava eu que uns eram os senhores e outros os serviçais, que eu era um senhor encorpado, que ilusão esta, afinal não sou nada e ainda tenho de fugir daqueles que explorei...

Mas como é que eu aqui cheguei? Como vim aqui parar? Ainda estou a tentar perceber!  Se calhar errei ao fazer o que me pediam! Já a minha avó e a minha mãe assim viviam, era o que era natural, aprendi a fazer tudo com elas, era o certo, não aprendia a fazer mais nada, mas não sei como às vezes não parecia certo! Fazia e pedia trabalhos aos serviçais mas com dor na alma... Pagavam-me por isso, mas nem sempre achava certo. mas fiz, ás vezes chorava de noite com remorsos! É isso aí! Hoje choro com vergonha disso! Não quero mais fazer mal e dizer que estava a fazer bem! foram asneiras atrás de asneiras! Hoje vejo isso! Quando percebi oi que fazia já era tarde, toda a família vivia assim... A todos peço perdão, errei! É isso aí, errei. Não era o que eu queria, não era não!

Mãezinha querida, lhe perdoou-o! Eu também errei, vou orar por você também, agora do jeito certo! Deus vai nos ajudar! Ele vai nos ajudar! Que a Luz, a verdadeira Luz nos Guie mãezinha querida! Não sei se vou encontrar você, mas um dia eu vou lhe procurar.

Eu vou, eu vou para a Luz finalmente! Eu Vou!
B.



Testemunho de esperança: "Orem por mim!" - 25.10.2012

Psicografia recebida na AELA na sessão de 25.10.2012

Nota: Num Centro Espirita existe uma Equipa Espiritual sempre pronta para receber estes Irmãos em sofrimento / perdidos que ali chegam ou são levados para serem auxiliados / esclarecidos de que a Vida Continua, que vivemos muitas vidas sucessivamente, onde podemos tentar novamente cumprir a nossa aprendizagem / evolução.
Resultado de imagem para orem por mim


Já chorei tantas lágrimas , tantas lágrimas, morri, pois morri, foi isso que aconteceu, julguei que era capaz de passar por tudo e sempre por cima, sempre a achar que tinha força e mandava em tudo! pois! Bem me decepcionei, nada sou, nada tinha, nada tenho, nem vento sou, apenas uma coisa que existe, sem nada... ao que nós chegamos! Nem poeira somos!
Foi grande a surpresa, foi grande a tristeza de ver que nada sou! Nada trouxe comigo! Nada! Nem a minha dignidade! Nem a minha dignidade, nem isso Meu Deus! Como pode ser? Onde esqueci que somos seres de luz e temos?! Onde foi que me perdi? Onde meu Deus? Como posso refazer a minha vida? Como vou ser aquilo que deveria ter sido? Meu Deus, quanto ainda para caminhar!

Pergunto-me e respondo-me a mim própria! Já sei as respostas, no entanto, ainda me pergunto como cheguei a este estado de nulidade... que vergonha!
Vou voltar hoje à Pátria, a casa, à verdadeira Casa. Vou preparar-me para reparar tudo o que fiz. Já sei que essa é a Lei. Vou ouvir outros como eu, vou preparar-me, estudar, ouvir o que outros como eu fizeram para serem hoje gente, para serem capazes de se olhar no espelho sem estudar! Vou preparar-me e vou tentar de novo, há muito para fazer, há muito para ensaiar, muito para fazer de novo!

Orem por mim, tenho muito medo de voltar a falhar, fui muito incrédula , fui muito convencida, muito tola! Muito tola! Procurei o meu prazer em vez da minha devoção, que nunca esqueci, mas fiz por apagar de mim, por convencer-me  que se os outros não mostravam também a espiritualidade, talvez isso não fosse tão importante, deixei-me ir pelo mais fácil... achei que seria mais feliz assim! Meu Deus, meu Deus! Meu Deus!...

Orem por mim por favor! Tenho medo! Mas vou tentar! Devo isso a quem me recebeu, a quem me tem cuidado e ouvido, devo isso a quem me limpou já tantas lágrimas. Tenho de aprender, somos muito mais do que apenas um monte de carne amuada! Como pude esquecer isto? Como?

Orem por mim, tenho medo de falhar de novo!
Pai, Deus Pai! Piedade!
Estou pronta, estou pronta para tentar, já não aguento mais este sofrimento de me sentir sozinha. Estou pronta, estou pronta!

Irmãos, até um dia, aqui ou noutro lugar!
Até um dia!
J.


2 de setembro de 2016

Irmã de Verdinho: "Mediunidade " - 25.10.2012

Psicografia recebida na AELA na sessão de 25.10.2012

Boas noites
Minhas queridas, meus irmãos, é sempre com alegria que nos reencontramos.

Resultado de imagem para mediunidade

Muitos irmãos encaram a mediunidade como um meio de se auto-promoverem, não são conscientes de que isso por si só, já é prova de sofrimento, é um processo obsessivo!
Mediunidade ostensiva é como um lembrete constante para o seu detentor, é a prova de que a vida é mais do que vemos, é um apelo constante à responsabilização do próprio médium.

Mediunidade hà muito deixou de ser o espetáculo de sensibilização das massas, é cada vez mais um instrumento de crescimento pessoal.
Tomar consciência de que a vida continua, leva-nos a pesar as nossas atitudes, a cada vez mais aceitar que o que fazemos hoje se reflete no nosso amanhã.

Que o Amor do Pai a todos nos ilumine.
Uma irmã,
na vida, sempre a aprender a amar.