As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


30 de janeiro de 2016

Oração Mensal / Bernardo - "O que é da Terra"... - 30.01.2016

Recebido durante a reunião Mensal.
Bernardo 

Com um abraço fraterno vos saúdo. 

Amar sempre será o objectivo da vida em qualquer espaço, tempo ou dimensão… por mais caminhos que se procurem, por mais instrumentos que se utilizem… todos partem do mesmo ponto:  a procura da felicidade e todos ambicionam o mesmo fim: alcançar a PAZ , onde se vive, se existe em plenitude, em harmonia e perfeita comunhão com todos os seres e todos os mundos…

Enquanto essa procura se basear na verdade e no objectivo supremo do desenvolvimento do Ser, sempre seremos ajudados e conduzidos à aquilo que desejamos encontrar…
Semeéamos amor e colheremos Bonanças… assim é a Justiça Divina, cada um recebe conforme o que deu de si mesmo… 
Coisas terrenas não são mais do que instrumentos para a nossa ascensão, não para nossa pertença… coisas do espirito sempre pertencerão ao Espirito…
Cada coisa, cada Ser tem o seu lugar na Vida e cumpre o seu papel finito na sua existência, apenas o Espirito perdura, vive e revive. ~
 
Nesta jornada de aprendizagem, continuamos a vosso lado.
 
Com um abraço fraterno nos despedimos.

Evangelho no Lar / Bernardo: "Orar pelos que partem" - 30.01.2016

Recebido na nossa casa depois da oração Evangelho o Lar.


Bernardo,
Com um abraço fraterno vos saúdo.

Chorar a partida de alguém querido é um acto natural, contudo não nos podemos esquecer, a morte não existe, a vida continua! A morte é apenas uma passagem para o outro Lado da Vida!

Mais que nunca a nossa caridade é necessária! Ao invés de lágrimas de saudades e revolta, oremos por Auxilio para os Irmãos que agora estão a fazer a travessia /ou que já partiram à mais tempo), para que encontrem o entendimento necessário para enfrentar a sua nova situação, o seu novo modo de viver, o seu novo "corpo"...  
Caridosamente precisam da nossa coragem! Precisamos lembrá-los, mas com sentimentos de amor e de coragem, precisam sentir que também nós continuamos a nossa viagem e que também nós queremos que sejam felizes, nunca perdendo a certeza de que um dia nos reencontraremos...

Recordai:
Orar, rezar com as palavras do coração é um meio eficaz de fazer chegar o nosso pedido a Deus Pai com a certeza de que este pedido será ouvido, e atendido assim que for oportuno.
Todo o pedido de Auxilio é ouvido,  tenhamos essa certeza! Toda a oração chega ao seu destino!
Contudo as provas, as dificuldades são necessárias para nosso desenvolvimento. Confiemos na Sabedoria e Compaixão do Pai!

Com um abraço caridoso e fraterno me despeço.

23 de janeiro de 2016

Evangelho no Lar / Bernardo - "Amar o Cordeirinho" - 23.01.216

Recebido depois da Oração Evangelho no Lar. A Familia vive uma situação delicada

Bernardo
Com um abraço fraterno vos saúdo! 

Todo o Amor, toda a compaixão que doamos por Caridade fraterna, sem qualquer tipo de interesse e no silêncio da humildade, para nós regressa um dia, multiplicado por todo o Amor do Universo. 
São luzes que acendemos no nosso caminho... são tantas as bênçãos que recebemos sem termos noção... são tantas as provas que ficam suspensas ou eliminadas pela manifestação de compaixão e caridade da nossa alma...

Amar o cordeirinho branco e dócil é fácil, amar e amparar o carneirinho que foge, "sujo e  doente" é a prova que alimenta o nosso mérito, o nosso crescimento.
Estamos todos aqui lado a lado, para aprendermos a amar e perdoar a nós mesmos e aos outros. 
Primeiro temos de nos aceitar como Aprendizes da Vida, hoje auxiliamos nós, amanhã precisaremos nós de auxilio... é o normal ciclo da vida, é a justiça da Lei do Pai de causa e efeito, onde cada um recebe o que deu na alegria e nos dias trevosos.

Irmãos, a quem muito é dado muito lhe será pedido! Tenhamos a noção de que os nossos tesouros, são todas as nossas boas acções e pensamentos... tudo o resto são instrumentos de trabalho para a nossa evolução.

Com um abraço fraterno nos despedimos.


16 de janeiro de 2016

Avó B. - "Libertem a a vossa dor" - 19.11.2015

Recebido a AELA a 19.11.2015. A mensagem veio numa altura em que a família passava por momentos difíceis. Prova que do outro lado estão atentos ao que se passa aqui, e que mais uma vez, os laços de família, nunca se perdem. A mensagem é dirigida a vários membros da família.

Avó B.

Minhas filhas queridas, continuam vossas lágrimas, compreendemos que a Vida na Terra seja difícil, sobretudo se perdemos a fé... mas não se iludam, aqui continuamos a trabalhar, a ser testados, continuamos a enfrentar o que nos fáz falta para nos tornar-mos melhores pessoas ou só almas (se já estamos deste lado da v, temos dida). Como pessoas na Terra, ou como almas aqui, o trabalho continua, a compaixão que não aprendemos a fazer aí, temos de a aprender aqui e reencarnar mais uma vez para consolidar o que já plantámos no nosso coração.  Ninguém fica "um Deus" por apenas partir da Terra. O trabalho continua!  Não se iludam! Não tenham medo de fazer todo o Bem possível! Para nós sempre retorna, aquilo que fazemos! Dêem uma flor e para vocês retorna um dia um grandioso e radioso ramo ou jardim de flores! O Amor do Pai por todos nós é grandioso, generoso!  Confiem neste Amor que a todos rodeia!


Não semeiem vinganças, dores e intenções doentias. Olhem para o Céu, para as flores, para as estrelas para o cão ( ref á minha madrinha) , e vejam Graças enviadas para todos nós! Acreditem que tudo volta para nós!
Limpem as lágrimas, limpem a face, e coração ao Alto! Deus sabe como é o nosso coração! É Ele que se encarrega de fazer a Justiça que é necessária. Nós só temos de fazer o nosso melhor a casa dia, o resto entreguemos a Deus, aliviemos assim o nosso coração! Já temos muito que fazer e pensar durante o dia!  Aproveitemos a vida para viver e não “morrer”, porque, queridas filhas acreditem: cada mau pensamento, cada má palavra, cada má acção, fica a pesar-nos na alma, na própria vida em vidas futuras…
Filhas, libertem o vosso presente da dor da revolta, da vingança… vejam antes as graças que já receberam, olhem para o lado e vejam quantos estão muito piores que vocês! Ainda têm pelo que agradecer a Deus!
Coragem filhas, semeiem paz e a paz se fará presente nas vossas vidas! Aqueles que já partiram  - (ref. á minha mãe J., á tia I. tio J., aos avós B. e J.A e outros nossos familiares ) - e aqueles que estão a chegar  -  (ref. á bébé do Alexandre)    - precisam de nossa amor, de nosso carinho, dos nossos exemplos de Paz e de compreensão. Oramos por todos, e para todos pedimos a Deus Pai, protecção e ajuda.
Filhinhas, coragem, todos aqui vos estimamos, nenhum é esquecido, no “Céu” ou na “Terra” continuamos a viver, a lembrar-se uns dos outros com carinho. Cada um tem o seu tempo para encontrar o caminho certo, o caminho da Justiça, da compreensão e da Paz! A todos entregamos a Deus Pai e pedimos apenas a oportunidade de fazer todo o Bem possível, sem olhar a quem. Confiamos neste Amor! Confiem nesta verdade!
Com grande carinho de todos me despeço, de todos recebam também Amor e saudade.

Avó B.

10 de janeiro de 2016

Evangelho no Lar / Bernardo - "Ser Feliz" - 10.01.2016

Recebida depois da Oração Evangelho no Lar na nossa casa.

Bernardo
com um abraço fraterno vos saúdo.

Feliz é todo aquele que entende as dificuldades da vida, as ofensas recebidas como exercícios para o amor que existe em si mesmo.
Saber perdoar, implica já ter alcançado maturidade, experiência de vida suficiente para compreender que todos falhamos e erramos... e que todos esperamos encontrar compaixão e tolerância em todos os momentos da nossa vida...

Ser Feliz, é um estado de alma que se vai construindo lentamente e todos os dias um bocadinho... é um teste constante á nossa capacidade de viver e saber viver, de se colocar no lugar do outro; e, desse modo tratar de responder tal como gostaria de ser tratado... daí advém a conquista da nossa própria paz que conduz á nossa felicidade...
Quantos ricos conheceis que são infelizes? Tudo têm materialmente, mas falta-lhes a Paz... o Amor, o verdadeiro amor por si mesmos e pelos que os rodeiam... 
A felicidade é consequência da nossa capacidade de entender a vida e de fazer o nosso melhor, seja em que circunstância for, é a bênção de ter a consciência tranquila... de nada ficar a dever a ninguém... porque acreditai, todo o Bem que poderíamos ter feito e não fizemos, fica como divida a pagar...
Com um abraço fraterno me despeço.

3 de janeiro de 2016

Evangelho no Lar / Bernardo: "o Novo 2016" - 03.01.2016

Recebido depois da Oração Evangelho no Lar na nossa casa.

Bernardo
Com um abraço fraterno vos saúdo!

Palavras ocas, vozes frias, corações revoltados nunca alcançarão a Paz... 
A Harmonia é conquistada no dia a dia com humildade, com compaixão, com tolerância...
Todos temos as nossas dificuldades para ultrapassar, todos temos muito para limar em nós mesmos antes de começar-mos a querer julgar nosso semelhante...

A dor do desespero manifesta o nosso medo de sofrer, e por isso muitas vezes nos armamos com as carapaças da violência, da agressividade... tentamos a todo o custo "esconder" o nosso coração para que não seja ferido...   esquecemos no entanto, que é na dádiva de uma palavra amiga, de um abraço... que vamos encontrando o consolo para a nossa própria solidão e medo...

Neste novo marco temporal, renovemos o nosso propósito de fazer o nosso melhor por nós mesmos e por aqueles que estão a nosso lado,  em igual procura de Paz.

Com um abraço fraterno nos despedimos.