As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


PEN: Notas sobre as minhas publicações.

Um pouco sobre mim:

Sou aprendiz da vida e da Vida.
Com humildade coloco as mensagens que recebo. Para mim são acima de tudo instrumentos de trabalho. Vejo e revejo neles também as minhas dores e alegrias. Cada mensagem recebida, é mais uma lição para a minha consciência... agradeço todas elas, sejam elas mais duras ou mais meigas...  Cada palavra gentil, com humildade entendo, como uma chamada de atenção, tão habilmente e delicadamente transmitida.
Por alguma razão, apenas com os meus 40 anos (em 2007), a minha mediunidade surgiu sob a forma de psicografia... 

Tive nesta fase de descoberta da minha vida, amigos! Melhor, Anjos!
*  Pessoas amigas/companheiras e membros de familia, que me toleraram, apoiaram e também elas,
    de algum modo, iniciaram a sua descoberta de que a Vida Continua... e como continua...
*  Outros Anjos, com mais experiência, foram pacientes comigos, esperaram que o meu  
    entendimento desenvolvesse...

Para todos, a minha gratidão!

                                     

Neste espaço vou inserir alguns comentários, pequenas notas introdutórias para que seja mais fácil compreender a minha actividade mediúnica.

Por um lado, pretendo explicar quem são as Entidades que costumam "escrever"= psicografar e /ou psicodigitar = "escrever" comigo directamente no computador. Por outro lado, é necessário que me conheçam um pouco mais, para que se compreenda o tipo de Entidades que se comunica comigo. 

--> A minha mediunidade apenas se tornou visível = ostensiva com os meus 40 anos em 2007. Sempre tive uma vida sofrida, mas também tive nos momentos mais difíceis Amigos que me socorreram - e ainda tenho, Graças a Deus! Obrigada a Todos! Acredito, que tive de "amadurecer" com vida sofrida, para saber receber a minha mediunidade sem me envaidecer, pelo menos de forma consciente! Tive de pelo menos, por um segundo, deixar de olhar para o meu umbigo e olhar para quem está á minha frente, pelo menos durante um segundo, isso acho que já sou capaz,  mas só um misero segundo....

-------> Neste blog, deixo apenas a minha experiência, o meu sentir, o que já aprendi.... com plena consciência que ainda me falta aprender muito sobre a mediunidade, sobre a vida e sobre a espiritualidade.
---> É apenas um espaço de partilha, com muita humildade e respeito o faço, por isso prefiro continuar como anonimo.
--------> A minha motivação é deixar o meu testemunho para a minha filha, é deixar aqui visível para outros, o carinho e os ensinamentos que tenho recebido desde 2007.  Asseguro-vos que sou hoje melhor pessoa do que era no inicio deste meu trabalho mediúnico.
 
-->Sou grata a Deus pela oportunidade, sou grata aos meus Guias, e a todos os Irmãos que têm trabalhado comigo - só lamento as vezes que, por preguiça, cansaço, doença, trabalho... falta de fé... desanimo.... tenha faltado ás minhas responsabilidades de psicógrafa... são como os amigos que deixamos "pendurados" à nossa espera!









                                                                                    

------> As mensagens e / ou testemunhos que recebo são apelos constantes á nossa boa fé, à nossa compreensão, tolerância, capacidade de ouvir, de perdoar, de amar incondicionalmente. Não se trata de beijar os pés do inimigo / de quem nos mal trata, mas saber respeitar ainda que não nos respeitem.  É tão mais difícil ficar calado do que dar um murro na cara de alguém que proferiu um ofensa! E no entanto aos olhos do Mundo, quem se calou é "fraco",  eu aprendi, que apenas não alimentou a cadeia da violência...  Ao longo destes anos, foram tantos os desabafos e lágrimas de "grandes" homens (doutores, homens ricos, juízes...) - homens que fizerem valer a sua força física e poder económico sobre os demais... que aprendi, de nada vale a riqueza na terra... as coisas físicas...

---> Acho carinhoso como as Entidades chamam a atenção / nos "puxam as orelhas", escolhem palavras delicadas para nos fazerem sentir que estamos errados. Por vezes usam até a forma de elogios!!!  Eu coloco um grão de areia num copo, quando deveria de ter colocado um camião de areia na praia, e mesmo assim, dizem-me que já comecei bem a tarefa!!!  Claro que eu sei onde querem chegar!   Mais, doeu!  Fui preguiçosa!  tenho de me esforçar em dobro para apagar a minha vergonha e cumprir a minha tarefa o mais rápido possível! Mas foi uma forma bonita de me puxar as orelhas, tenho de reconhecer!

-------->  As Entidades que vêm até mim para comunicar são incansáveis nas inúmeras formas com que nos tentam fazer chegar:
               -  o alerta de que a vida continua depois da morte, pelo que temos de ser
                  responsáveis por tudo o que fazemos, porque tudo o que fazemos colhemos um
                  dia mais tarde
              -  o mesmo apelo de aperfeiçoamento e desenvolvimento enquanto Seres
                 Encarnados = a viver ainda na Terra, para que nos possamos ao mesmo
                 tempo preparar para o nosso regresso um dia á Pátria Espiritual.  Ao lerem os
                 testemunhos, verão quantos de nós ficam surpreendidos por estarem vivos
                 depois de morrerem e por reverem as suas vidas, e terem vergonham do que
                 veem...



»»»»  Quando a minha mediunidade se tornou ostensiva = visível = notada por mim, 
              fiquei confusa, não compreendia o que se passava...

*************** Depois de percorrer "muitas capelinhas", encontrei  na net - o site da ADEP
  (Associação Divulgadores Espiritismo de Portugal). Aí existe um curso "on.line" onde
  comecei a aprender as dinâmicas da vida. Tive o privilégio de ter tido um
  moderador - M.C., que fica no meu coração para sempre, para sempre grata!

»»»»»» Porque  entretanto perdi a Fé na Vida e na religião,  re-aprendi a compreender a
  Vida, a religião, o papel de Deus na minha Vida, o que sou Eu como Ser Espiritual, sem o
  medo do "Bicho Papão" do Diabo, ou do "eterno fogo ardente do Inferno"...
  aprendi a compreender, que apenas eu sou responsável pela minha vida e que sofro as  
  consequências das minhas escolhas passadas, assim como no futuro vou influenciar para
  "o melhor ou pior" aquelas que fizer hoje... 

»»»»»» Aprendi a ver a vida, à luz dos ensinamentos da religião católica, dos ensinamentos
             de Jesus - "fazer aos outros o que gostaríamos que nos fizessem a nós" - mas com
             bom senso e com amor, pelo menos a tentar fazer o melhor a cada dia.... 
             E esta lição veio a comprovar-se ao longo das muitas mensagens que tenho vindo
             a receber... 


***************  Na ADEP recomendaram-me que me dirige-se a um centro espirita, escolhi o
        Centro Espirita AELA - www.aela.pt . Integrei a Equipa dos Trabalho Semanais de
        imediato onde passei a psicografar regularmente até ao dia de hoje. Ao AELA, que
        sempre me apoiou, para vai também a minha gratidão.

        Obrigada aos muitos amigos que aqui encontrei e que  
        hoje fazem parte da minha vida





                                                                                                

                                                                                                           

                   

>>>> Durante os primeiros tempos (principalmente), os médiuns em desenvolvimento estão envolvidos por irmãos também eles de "condição a condizer" - por assim dizer. 
                        - >Do mesmo modo que um pintor, não começa a fazer os
                             acabamentos/recortes no inicio da sua profissão, essa tarefa fica para os
                            mais experientes. A seu tempo,o pintor aprendiz também fará os tais
                            ditos "recortes"/acabamentos! 

             --> Eu não sei se já sei fazer esses "recortes"...   estou sempre a pedir a
                  "pintores" mais experientes, que vejam como está a minha pintura!!  É muito
                  importante que alguém mais experiente reveja o trabalho dos mediuns
                  iniciantes. 
              --> No meu caso, prefiro sempre ter alguma supervisão...  é muito fácil
                  envaidecermo-nos / como que, querermos ser o centro das atenções / ou
                  julgarmo-nos superiores / ou apenas porque nos sentimos carentes,
                  inseguros... e/ou também pela própria envolvência espiritual...  
                      -->o bom senso, a fé, a oração, o pedir aos nossos Guias, a Jesus e a Deus
                          Pai proteção e ajuda, aliadas á nossa vontade de querer fazer única e
                          exclusivamente o Bem e um trabalho sério, é uma ajuda para que os  
                          Espiritos Brincalhões / Ignorantes se mantenham afastados... 
                                  -> porque não existe sintonia entre a minha intenção = o meu "bem
                                      querer" e os sentimentos de brincadeira ou maldade desses Irmãos
                                      = Espiritos = Entidades  que não pretendem fazer um trabalho
                                      sério, mas apenas divertirem-se a minha custa se eu estiver na
                                      mesma onda de pensamento = de vibração = de querer = de
                                      permissão (ainda que inconsciente, se por exemplo me estiver a
                                      sentir vaidosa, por exemplo)  
                        --> tem de ser o meu sentido étido, humilde e de responsabilidade - com a
                             imprescindivel ajuda do Alto e dos meus Guias a  ajudar a "filtrar" estas
                             aproximações = influências = estes "ditados".

---> Entendo que os médiuns são "ímans" que puxam para si, as Entidades que condizem 
      com o seu Estado de Alma e com o seu Querer.
--> Entendo que a Mediunidade é um instrumento que Deus nos deu para nos
     aperfeiçoarmos mais rápidamente, e limparmos aquilo a que se chama Karma!
     Limpar pelo menos uma parte do mal que já fizemos a outros no passado, ajudando
     agora na nossa vida, outros que também precisem de ajuda...
                          
                                                                                                      


        ->  e dito isto assim de uma forma bastante simplista... 

        --------->  resumo tudo dizendo: ser médium exige ser-se responsável para tentar 
                       fazer um trabalho o mais honesto possivel em consciência; e, desenvolver
                       sentido de ética, estamos  a lidar com histórias de vidas de outras pessoas
                       que merecem o nosso respeito em todas as circunstâncias. 
 
                          -> Algumas coisas poderão ser resultantes da minha alma, como a forma 
                             de expressão - não o conteudo da ideia  em si - chama-se a este  
                             processo Animismo. No entanto, em consciência tento ser o mais isenta
                             possivel.

                          -> Nem tudo o que me mostram ou fazem sentir é escrito:
                          -----> existem detalhes  e contextos que não são para escrever, por  
                                   respeito para com a Entidade sobre quem estou a receber a 
                                   mensagem.
                          -----> entendo, que o  "ver" / intuir  por vezes o contexto da situação e o
                                   sentir a dor ou a alegria da Entidade comunicante é uma
                                   forma de me mais me ensinar o quanto a vida pode ser dura / 
                                   ilusória, o quanto as nossas acções têm impacto na nossa vida e
                                   na vida daqueles que nos rodeiam. 
                                   "Sentir na pele, doi mais do que mil palavras", não é o que se diz?


Velas con flores (haz clic)
                                                                            

### Eu não sofro com a minha mediunidade, apenas tenho de ser muito disciplinada - e
       não o tenho sido.... com pena minha.... e mesmo assim os Irmãos = Entidades têm  
       sido pacientes comigo...  apenas combato a minha preguicite aguda!!!
       Não devo de faltar aos dias de trabalho no Centro Espirita e em vez de ver televisão,
       por exemplo, preciso de colocar as psicografias no blog :))
      
### Para mim foi uma das maiores bençãos que recebi nesta vida!
       --> Passou pelos meus "olhos" / "mãos" muito sofrimento, almas despedaçadas...
            os meus  problemas perante estes sofrimentos nunca foram "nada"...  
       --> Ao meu trabalho mediunico, aos exemplos = aos testemunhos que recebi, fui
            buscar a sensibilidade e a inspiração para no meu dia a dia tentar fazer o meu
            melhor... mas mesmo assim falhando tantas vezes...  e todos os dias tentando...
      
       Cultive a sua mente com ..........


***** No WWW.AELA.pt estão publicadas as psicografias e respectivos comentários da pessoa responsável que analisou as mensagens - Sr. B. - toda a minha gratidão por tudo o que me ensinou.
      - vou copiar do site para o blog as minhas psicografias (identificadas como psicografa B)  e notas até Julho de 2014 (data da ultima publicação no site)
      - vou continuar a acrescentar outras apenas com a minha analise depois desta data.

Nota do site Aela - publicação de 28.03.2014:
"Ao repararem em mensagens psicográficas, erros ortográficos ou inexatidões de frases proferidas por outras pessoas ou em seus escritos, tenham presente que o que se encontra escrito não é da autoria do médium psicográfico, que apenas se limita a deixar fluir com fidelidade a caneta ou o lápis, mas da entidade comunicante que exprime os seus conhecimentos."



TIPO DE PUBLICAÇÔES:
- Mensagens recebidas durantes as sessões semanais = trabalhos do AELA. 
       -> recebo mensagens de entidades que fazem parte dos trabalhos (Guias, sofredoras)
       -> algumas / poucas de familiares meus ou de colegas. Apesar de serem privadas,
          nunca exploram os detalhes da vida privada. As chamadas de atenção ou palavras
          de consolo, são percebidas pelos destinatários, pelo momento da recepção da
          mensagem (aniversário de morte, por exemplo) assim como o conteúdo tem relação
          com o que se passa na vida do destinatário. O que admiro nestas raras
          comunicações, são o grande respeito pela privacidade, pela vida das pessoas. quem
          se comunica tem um grande sentido de respeito e doçura. Cada "Puxãozinho de
          orelha" é feito de forma tão hábil que parece um elogio...   ninguém é "ferido" nestas 
          comunicações... e ao mesmo tempo,  eu sou a primeira a aprender, sou a primeira a
          ler a lição... e acreditem... "serve a carapuça"!...  tenho muito para aprender ainda....


- Mensagens recebidas durante o Evangelho no Lar - Oração que fazemos em família
             todas as semanas.  É comparável à catequese, mas em casa, 15 minutos. Na net
             encontram mais informação disponível sob o mesmo titulo

- Mensagens recebidas durante a Reunião / Meditação Mensal - Grupo que me acolheu
             com carinho e a quem serei sempre grata.


TIPO DE ENTIDADES:
- Guias = Anjos da Guarda
         - Gabriel - cerca de 30/35 anos, bem disposto, alto, cabelo aos caracóis, magro,
                          vestido de branco, muito bem disposto e brincalhão, é o companheiro,
                          amigo, o "tu cá-tu lá"!
         - Frei Bernardo - frade, de idade, 75/85 anos, baixinho, gordinho, calmo - como o
                         professor de idade que muito respeitamos, que nos coloca "na linha"!
         

- Irmãos dos Trabalhos
          - Irmãos que participam nos trabalhos e que deixam as suas mensagens de consolo
            e / ou "puxam as orelhas"
          ---> Irmã de Verdinho: é uma dessas Entidades, apresenta-se com um vestido verde,
                é baixinha, gordinha e muito meiga, mas não deixa de apelar ao nosso bom
                senso, caridade, tolerância e compaixão.


 - Entidades sofredoras Violentas
          - Irmãos desorientados, escrevem vigorosamente no inicio, precisam de ser
            esclarecidos = doutrinados durante a sessão dos trabalhos no centro.

- Entidades sofredoras
            - Irmãos desorientados, escrevem mais calmos, por vezes  apenas eu
              mentalmente com a ajuda dos Guias e dos Irmãos dos Trabalhos do Centro (eles
              fazem a maior parte do trabalho), esclarecemos estes irmãos e são
              acompanhados para os seus planos vibratórios.


                                                          E a Vida Continua!
                                                          "Ninguém pode alterar o passado,
                                                           mas todos podemos começar hoje um futuro melhor!"
                                                           Xico Xavier disse algo muito parecido
.

Papel de Parede - Escada para o Céu