As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


Conselho Prático

30 de outubro de 2016

Evangelho no Lar/ Frei Bernardo: "Precisamos de tempo para sarar"- 16.09.2012

Psicografia recebida depois da Oração Evangelho no Lar na nossa casa num ano difícil para a família.

Resultado de imagem para socorro espiritual


Bernardo
Com um forte abraço te saúdo!
Todos precisamos de tempo para sarar nossas feridas, nossas vergonhas, nossas desilusões, nossas dores… todos precisamos de tempo para crescer, para evoluir…para compreender que todas as  dores passadas são necessárias para se chegar ao fim da Estrada.

Cada um de nós tem o seu próprio ritmo, consequência da sua própria evolução, da sua experiência de vida acumulada. De acordo com a sua própria sensibilidade e vontade de querer ser melhor, assim se encaram as lições que no dia-a-dia temos de enfrentar: umas são consequência do que já fizemos, outras serão a preparação para o vosso amanhã.

Antes de encetar a maratona, o atleta tem de se preparar ou estará fatalmente condenado ao sofrimento (seja ele mais psicológico do que físico).
Na dor amar, na alegria amar, no desespero orar amando a Deus Pai e a si próprio.
É necessário que o amor nos encha e preencha (começando por nós, compreendendo que somos filhos de um Deus de Amor, Sábio e Justo).
Devemos continuar a aprendizagem e acreditar que nunca estamos abandonados, o curativo sempre chega se for desejado - ainda que inconscientemente pelo corpo, ou arduamente pela alma. (às vezes dizemos com a boca não crer em Deus, mas nossa alma anseia pelo socorro Divino)
Com um abraço me despeço.