As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


14 de maio de 2017

Oração mensal / Frei Bernardo; "Verdadeira Compaixão" - 27.04.2013

Psicografia recebida na oração mensal e passada limpo por Ceci, minha gratidão.


Bernardo
Com um abraço fraterno vos saúdo!

A verdadeira compaixão começa junto daqueles que estão mais próximos de vós.
Resultado de imagem para tijolosTal como os grandes edifícios, são as somas de vários tijolos cimentados entre si. A verdadeira caridade, não são mais do que pequenas ações cimentadas por verdadeiro amor, compaixão e tolerância dia após dia.

No ciclo da vida, pelas várias encarnações, encontramo-nos várias vezes, nos mesmos ou diferentes cenários. Sempre a mesma lição para aprender: ser e reencontrar o amor com o parte da vida física e espiritual.

Irmãos, cada dia é um tijolo do nosso Edifício que precisamos colocar no sítio correto de acordo com o Plano da Vida. Cada dia é mais uma peça usada no nosso uso da Razão e da nossa Inteligência. Cada dia é apenas, mais uma oportunidade de exercício para o reconhecimento daquilo que é o Bem e o desvio da Lei da Harmonia Universal.

É com humildade, é com alegria, é com gratidão pelo Amor que nos rodeia que devemos começar e terminar a construção de nossos templos pessoais e comunitários. ~

Com um abraço nos despedimos. Continuamos convosco.