As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


11 de março de 2017

Irmã de Verdinho: "Amor doente" - 09.03.2017

Psicodogitação recebida na AELA a 09.03.2016


Irmã de Verdinho 


Minhas queridas, meus irmãos, é sempre com alegria que vimos ao vosso encontro.
Tanta tristeza, tanto desespero, tanta falta de fé… de esperança, de amor! 


Resultado de imagem para amor doenteMuitos irmãos sofrem por terem perdido o seu Amor próprio, o Amor pelo seu semelhante… São doentes, “o seu Amor adoeceu profundamente”… e no seu lugar ficou apenas um coração gelado, triste e com medo – muito medo de ser ferido…


Todo aquele, cujo coração chora, sofre… debate-se consigo próprio! Anseia por liberdade, mas tem medo de ser ferido, desprezado! Por isso se fecha cada vez mais em si mesmo. 


Todo aquele que, de um momento para o outro se torna agressivo, junta a sua frustração ao ódio e mágoa de outros que no plano espiritual, lhe fazem companhia naquele momento.


Nesta situação - por nós mesmos, ou por outros a nosso lado em igual desalento – Oremos! Rezemos! Paremos por momentos em silêncio, oremos ao Pai por entendimento!  E com verdadeiro amor, peçamos perdão a todos os que se sentem magoados ou ofendidos, todos estamos ainda a aprender, e na verdade se já tivéssemos o conhecimento que temos hoje, decerto não teríamos errado tanto no passado. 


Que o Amor do Pai a todos ilumine e fortaleça.


Uma irmã
Ainda a aprender a amar e a viver.