As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


3 de março de 2017

Evangelho no Lar / Frei Bernardo: "Escolhas" - 03.03.2013

Psicografia recebida depois da oração Evangelho no Lar na nossa casa a 03.03.2013. Passado  alimpo por Ceci. minha Gratidão.

Bernardo
Com um abraço fraterno te saúdo!

As escolhas que fazemos ao longo da nossa vida, são aquilo pelo qual um dia seremos julgados.

Em primeiro, olhamo-nos de frente ao espelho e vimos o quanto tempo desperdiçamos com pequenas incúrias, pequenos egoísmos, pequenos orgulhos, pequenos silêncios, tantas omissões…

Resultado de imagem para escolhas e consequencias
Hoje, olhando para trás, teríamos alterado muitos aspetos de nossa vida. Ainda não chegamos ao cume da montanha, mas já temos em nós, a noção de que somos apenas aprendizes da Vida: é a primeira etapa cumprida – sermos capazes de aceitar a nossa pequenez e a necessidade de sermos humildes.

Aceitando esta realidade, começa o verdadeiro esforço de crescimento! É no entanto necessário não esquecer, que ninguém cresce sozinho, são todos aqueles que estão a nosso lado que nos auxiliam com as suas bênçãos e dificuldades.
São suas alegrias e dores que se tornam nossas, e por isso, e em conjunto, continuamos a Lição da Vida, um dia após o outro.

Com um abraço fraterno me despeço!