As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


13 de março de 2017

Evangelho no Lar / Frei Bernardo: "Na mesma estrada!" - 23.02.2013

Psicodigitação recebida depois da oração Evangelho no Lar na nossa casa. Passado a limpo pela Ceci, para sempre minha gratidão

Bernardo
Com um abraço fraterno te saúdo!

A humildade é o sentimento que alimente a alma, é fazer-se pequeno para um dia ser “grande”!

Resultado de imagem para estradas da vidaApenas quando temos a capacidade e o amor de nos colocar-mos de joelhos junto de quem sofre, ouvimos com serenidade. Deixamos de parecer uma ameaça, uma afronta, para sermos a mão amiga que ajuda a reerguer.

Humilde é todo aquele que reconhece o seu estatuto de Caminheiro e Aprendiz da Vida. Sendo humilde, aprendemos que a dor de hoje de nosso companheiro, já foi um dia nossa, e por isso não estamos no momento a chorar, já derramámos em tempos idos, os mesmos rios de pesadas lágrimas.

Auxiliar com humildade no sentir e no agir é a verdadeira Caridade. Só assim o Auxilio, o Serviço se torna útil e proveitoso para todos os envolvidos. Estamos todos na Estrada poeirenta da Vida, atravessando vales e planícies, montanhas e desfiladeiros enfrentando o maior desafio de todos: amar incondicionalmente (a nós mesmos e aos outros).

Com um abraço fraterno prossigo na mesma Estrada!