As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


Conselho Prático

8 de janeiro de 2017

Evangelho no Lar / Frei Bernardo: "... de mãos dadas"... - 08.01.2016

Psicografia recebida depois da Oração Evangelho no Lar na nossa casa a 08.01.2016

               
Resultado de imagem para de mãos dadas


Bernardo

Com um abraço fraterno te saúdo.

A humildade e a caridade andam de mãos dadas, sempre lado a lado...
Pela humildade, colocamo-nos ao lado de quem sofre, no mesmo degrau da escada... nem acima nem abaixo... ao lado!  Quem sofre merece o nosso respeito, descrição pela sua situação e compaixão...

Quem somos nós para julgar o coração de outro irmão... não temos como saber o que suas lutas significam para ele mesmo... que lutas e lágrimas mantêm em segredo...
Tal como acontece connosco, apenas Deus conhece o nosso intimo e verdadeiras intenções...

Qualquer que seja a razão do sofrimento e seja ele de quem for, a nossa obrigação como Obreiros da Luz, é e será sempre auxiliar tanto quanto nos for possível!
Recordemos, reconheçamos  que também nós já beneficiámos de Auxilio... e que nos chegou várias vezes e das formas mais inesperadas...

Com um abraço fraterno me despeço.