As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


Conselho Prático

23 de agosto de 2015

Oração Evangelho no Lar / Bernardo - "A sua parte" - 23.08.2015

Psicodigitação recebida depois da oração Evangelho no Lar na nossa casa.
 

Resultado de imagem para que cada um faça a sua parte


Bernardo
Com um abraço fraterno vos saúdo.

Passamos o tempo procurando o bálsamo para as nossas dores, para os nossos desalentos... para as nossas lagrimas... contudo raramente gastamos tempo para analisar o nosso modo de ser e de estar... "Que terei eu feito para merecer esta prova?"  É a atitude de revolta perante as provas que enfrentamos... 
Raramente paramos para reflectir: "Meu Deus, que tenho eu ainda para aprender?"... 
É sempre mais fácil acusar os outros como a razão das nossas dores, do que aceitar que somos nós mesmos a razão das nossas dificuldades...
Estamos todos ainda a aprender a amar incondicionalmente... tudo o que vivemos e experimentamos tem como objectivo elevar-nos nesta vertente da Vida... quantas mais Vidas serão necessárias até que sejamos e respiremos Amor apenas...
Suspiramos por tempos de Paz, mas será que cada um fáz a parte que lhe compete? Ou teimamos em adiar o nosso esforço e acusar os outros?

Que o Amor do Pai, a sua Compaixão, nos Guie através de Todos os tempos.

Com um abraço me despeço.