As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


Conselho Prático

16 de agosto de 2015

Evangelho no Lar / Bernardo - " Amor Incondicional" - 16.08.2015

Recebida a 16.08.2015 depois da Oração Evangelho no Lar.

Bernardo,
Resultado de imagem para jardineiros entre arvoresCom um abraço fraterno vos saúdo.

O Amor incondicional é algo que se sente no coração, na alma, no espirito... é algo que deve fazer parte de todo o nosso Ser, só quando atingimos este estado de Paz é que evoluímos verdadeiramente.
Todas as nossas vidas tem por objectivo atingir esta condição de felicidade e de paz.  Uma vida após outra Vida... uma experiência após experiência...  são tantas as bênçãos que recebemos do Pai e nem nos damos conta...

Muitas vezes reclamamos das provas que vem ao nosso encontro... não entendemos que apenas conseguimos valorizar o Bem, os dias de Sol - só depois de conhecer a dor, a dúvida, a noite... 
Para  amar, para servir é preciso já ter em si mesmo esse Amor, SER esse Amor...  
Uma árvore murcha, quase seca, jamais dará frutos suculentos se o jardineiro não alimentar a terra onde a arvore está, não a regar.... não a cuidar... não lhe der o seu carinho, o seu Amor...
Mais que mil palavras, as "arvores" sentem o nosso carinho, a nossa vibração e lentamente se deixam cativar... lentamente aprendem com os nossos exemplos...   e assim ajudando, nos vamos ajudando a nós próprios... todos fazemos parte do mesmo "Jardim".

Ao longo das nossas Vidas, vamos sendo ora jardineiros, ora árvores... que cada um faça a sua parte e o melhor possível, hoje melhor que ontem e assim continuamente...

Com um abraço fraterno me despeço.