As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


Conselho Prático

19 de abril de 2017

Irmã de Verdinho: "Deus Pai, obrigada!" - 23.03.2017

Psicodigitação recebida na AELA


Irmã de Verdinho

Minhas queridas, meus irmãos é sempre com alegria que vimos ao vosso encontro. É com emoção que assistimos ao vosso propósito de auxiliar estes tristes irmãos, sem esperança, sem alegria, confusos… em grande sofrimento…

Nem sempre nos sentimos felizes, contudo, ver-vos aqui, um dia após o outro, alegra-nos e dá-nos animo também.

Resultado de imagem para obrigada deus pai
“Morrer” não nos transforma! Passar para este lado da Vida, faz-nos ver o que realmente somos… poucos se orgulham do que vêem…. muita desilusão…. muitos remorsos… muita vergonha….
O sentimento de tempo perdido, do muito que poderiam ter feito e não fizeram…. é uma ferida profunda, difícil de curar…. Só o tempo e o devotamento ao trabalho fraterno sanam tamanho “ferimento” da alma…

Deus Pai, a Vós toda a Glória! Vos agradecemos pelas muitas oportunidades de reabilitação, pelas “vidas” que nos concede através dos tempos até que sejamos capazes de amar sem impor qualquer condição.

Uma irmã
Ainda a aprender a viver e a amar.