As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


24 de outubro de 2015

Bernardo - "Recordações.." - 13.10.2011

Psicografia recebida na AELA a 13-10-2011 e publicada a 30.01.2013 no www.AELA.PT

Abençoadas noites.
Meus irmãos, com dor assistimos ao desfile de vossas ilusões - que também já foram as nossas... relembramos o quanto já sofremos... e o quanto ainda vos falta para evoluirdes...

É com toda a humildade que o afirmamos, o vosso desalento, medos e sofrimento também já foram os nossos.
Muitos de nós têm percursos em tudo semelhantes aos vossos: ignorância, preguiça, egoísmo, mandatos mediúnicos falhados, missões de maternidade e paternidade incompletas, irresponsabilidade... são tantas as escaras que ainda tratamos em nossos corpos (espirituais)...
Tudo nas nossas vidas deixa marcas. É certo que são aprendizagens, mas doi na alma e no corpo por muito e muito tempo... quase todos nós - o povo desencarnado - chora quando pensa nos erros que já cometeu ao longo da vida. Alguns de nós, já têm consciência de que tudo faz parte do mesmo processo de evolução, no entanto doi saber que falhámos, que desperdiçamos tempo repetidas vezes até realmente entender a Vida, o Amor do Pai, os Ensinamentos de Jesus... como doi ver que todos os que estão em desarmonia com as Leis da Vida, terão de aprender não sem esforço - mas pelo Amor do Pai - pelas circunstâncias dolorosas da vida: calamidades naturais, fome, sede, doença; serão os instrumentos que levarão massas de irmãos a despertar as suas consciências. Por medo, voltar-se-ão para Deus, de tão perdidos que se sentirão.

Que o Amor, a compaixão e sabedoria do Pai nos acompanhem sempre.
Um irmão
nos trabalhos.