As mensagens que tenho recebido são lições de Amor e Humildade recebidas com respeito e fé como é ensinado na Doutrina Espirita. São apelos constantes à nossa consciência para que todos os dias façamos o nosso melhor, certos de que colheremos o que hoje plantarmos...
Cada um de nós é responsável pelo rumo da sua própria vida, no entanto, nunca estamos sozinhos, nossos Guias / Anjos da Guarda são queridos Amigos, Companheiros e Irmãos mais velhos a zelar por nós, sem nunca esquecer que o primeiro passo tem de ser o nosso...

Sou grata a Todos os que tocam a minha Vida, com todos aprendo... sejam eles que Quem forem... estejam eles Onde estiverem...
Consciente da minha pequenez, partilho-as convosco...

Este blog é uma produção independente, começou no final de 2014 e inclui também as mensagens recebidas desde 2007 por psicografia e psicodigitação desde Maio 2016 na AELA / Setúbal / Portugal - www.aela.pt / Facebook: AELA - Associação Espirita Luz e Amor.


25 de setembro de 2015

Irmã das Rosas - "Parar para ouvir" - 24.04.2008



Psicografia recebida a 24-04-2008 na AELA e publicada a 22.09.2009 no www.aela.pt

Rosas!
Resultado de imagem para fotos de botões de rosasAs mais belas Vos trago hoje!
Desejamos premiar o Vosso grande coração!
Não tendes verdadeira noção das consequências maravilhosas do Vosso trabalho!
São tantos os Irmãos que hoje encontram paz! Tantos foram aliviados do seu sofrimento!
Lembrai-vos que também vós já haveis beneficiado desta mesma ajuda personificada noutros Irmãos!

Dai Graças ao Pai, por todas as Graças que haveis recebido até ao dia de hoje!
Nos nossos momentos difíceis, esquecemos que as dificuldades nos trazem a capacidade de evoluir!
Esquecemos que as Bênçãos só são enviadas, o auxílio só é dado quando o nosso desenvolvimento, a nossa compreensão não são afectados!
Podereis dizer: Que contradição! À primeira vista diria que sim!
Vede que é com o sofrimento que nos esforçamos para crescer!
Isso é o mais importante para cada um de nós! Só nessas circunstâncias nos disponibilizamos para “ouvir”, só aí paramos para ouvir!
Voltarei se me for permitido!
 Fiquem em Paz!